24 março 2015

Resenha| A Rainha Normanda


Olá leitor!
Tudo certo com vocês?
Hoje trago a resenha do livro A Rainha Normanda.
Um livro que li degustando cada página, saboreando a trama como se ela fosse uma mousse. :D
Então convido a todos, leiam as minhas impressões sobre esse livro.

A Rainha Normanda - Patricia Bracewell


Sinopse: SKOOB
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413779
Ano: 2015
Páginas: 400

Minha resenha:

Eu sempre fui apaixonada com História. Minha matéria preferida e não só pela minha facilidade em interpretar textos, mas pelo simples fato de ser “história”.
Então não será surpresa para vocês eu ter ficado bem interessada quando soube que a Arqueiro iria lançar A Rainha Normanda.
O livro da autora Patricia Bracewell foi publicado originalmente em 2013 e altamente elogiado pela Novel Historical Society. Não sem razão, devo salientar.
Patricia nos conta a história pouco conhecida de Emma da Normandia, nos anos que antecederam William – O conquistador (1066). Os saxões estão no auge de seu poder na Grã Bretanha, mas são fortemente ameaçados pelos dinamarqueses, que todo ano invadem suas costas marítimas, saqueando, matando, estuprando e escravizando. O irmão de Emma, Richard, é aliado de ambos os reis (inglês e dinamarquês), e procura aumentar seu próprio prestígio equilibrando favores a ambos, os reis da Inglaterra e da Dinamarca.
Em um esforço para mediar à paz e também ludibriar o rei inglês, Richard da Normandia casa sua jovem irmã Emma com o rei britânico Aethelred. Esse, um homem já com mais de 40 anos me decepciona ao tratar Emma com extrema frieza e violência na primeira vez dos dois. 
Emma é bem jovem, não sabe o que a espera dentro das paredes do palácio inglês, embora ela seja extremamente inteligente para sua idade houve momentos em que eu achei que faltou ela usar um pouco dos estratagemas femininos para se sair melhor nesse início de casamento (Naqueles tempos era ensinado as moças a usarem tais estratagemas de sedução). Logo ela descobriu que seu papel como rainha não é nada do que ela esperava. Ela teve de usar cada grama de coragem e bravura para sobreviver em um mundo que a vida real é um jogo cruel, se o jogador pretende de fato o trono.
A Rainha Normanda me sugou completamente desde as primeiras páginas. Eu não tive muito contato com histórias desse tempo específico, preferindo mais ler sobre a época da casa Tudor, porém estou numa “vibe” um tanto viking e ando transpirando histórias escocesas, quando comecei essa leitura nada foi estranho.
A autora simplesmente me fez ver como sua trama encarnou tudo o que uma ficção histórica deve ser.  O que Patricia construiu de fictício ao redor de uma história que realmente aconteceu me deixou comovida e encantada. Depois de ter passado horas agradáveis em meio à vida daqueles personagens sombrios, numa época em que cada respiração dentro da corte real era motivo de intrigas e especulações eu posso contar que o leitor mergulha verdadeiramente no tempo. E como a autora insere palavras em saxão durante toda a história isso só dá mais autenticidade à trama.
Enquanto o livro está longe de desgraça e tristeza, a história não foge das realidades do tempo: homens abusivos, atitudes de desprezo em relação às mulheres, a guerra brutal com suas táticas selvagens, incluindo estupro e infanticídios. Mas, além disso, Bracewell fez um trabalho magnífico ao entrar na mentalidade do povo anglo-saxão, uma realidade onde os sinais e presságios estavam por toda parte. Basear um futuro por causa de luzes no céu, ou mesmo definhar de tristeza por achar que uma sombra é o fantasma de um ente querido era comum tanto entre os plebeus quanto na realeza.
Os personagens são bem trabalhados. Em A Rainha Normanda quatro deles contam a história.
Emma é incrivelmente sagaz, tanto pela idade com que foi forçada a se casar com um rei do poder de Aethelred quanto pelo período de tempo em que vivia. E não vou dizer que a força estava nas armas, não mesmo. Emma não estava disposta a se render, e usou de sua inteligência em todas as circunstâncias, estando um passo à frente daqueles que queriam feri-la. E quando necessário foi tão manipuladora quanto os homens, para ganhar o que queria.
Outra liderança feminina que temos no livro é Elgiva. Essa é forte e sedutora. Suas intenções são muito mais escuras e escusas do que as de Emma. Ela não se detém em matar ninguém, desde que tudo seja para benefício próprio. Como rival de Emma ela é uma personagem que me conquistou como vilã e mulher.
Aelthered, o rei, é violento e possivelmente insano, mas o leitor compreenderá que um homem que conheceu a traição desde a infância e sofreu grande perda em sua vida não teria muitas chances de ser diferente. (Visto que não existia terapia de grupo, psiquiatria... enfim).
O quarto personagem a dar vida à trama é Aethelstan, filho primogênito do rei inglês.
Esse é muito nobre e simpático, mostrando que os saxões não eram apenas homens bêbados de sangue álcool, mas que esses viviam, respiravam e cuidavam uns dos outros. Junto a Emma ele foi o personagem que me devolveu a fé aos homens medievais.
Patricia usa cada palavra intencionalmente, e quando nos damos conta esse conjunto se torna poético, como tem que ser um livro de época. Sua capacidade de evocar o tempo, o passado, é irrepreensível, assim como suas descrições, que nos colocam bem no centro dos acontecimentos, mesmo em um mundo tão estranho ao nosso.
O leitor vai sentir em cada capítulo que a autora pesquisou muito antes de dar voz aos personagens, pois esses parecem sair do papel e contarem a história ali, de pé ao nosso lado. Pensei ver sombras...
Amei o livro, amei a escrita de Patricia Bracewell e aprendi muito sobre os saxões, dinamarqueses e Normandos daquela época. E o mais excitante foi correr no Google e pesquisar sobre a vida real de Emma.
Recomendo a leitura, com certeza. A Rainha Normanda prova que um romance de estreia pode e deve ser uma obra-prima.






Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Vivi, você arrasa nas resenhas. Parabéns, amiga. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oie! sempre foi muito apaixonada por história também! desde que descobri os romances de época lá por volta de 2009 me tornei uma leitura apaixonada do gênero, fiquei imensamente feliz em saber desse lançamento também, ainda não li mas pretendo muito em breve ler. adorei sua resenha ;)
    beijão*...*
    http://notinhasderodape.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ótima resenha! Muito bem escrita ♥
    Não conhecia ainda o livro e me encantei *-*
    Amo história também e tem coisa melhor que aprender mais lendo um romance?? Não né??
    Já quero!!

    Beeeeeijos!
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Vivi,
    Ultimamente tenho lido muitos romances históricos, porém “A Rainha Normanda”, não despertou meu interesse, mas gostei da sua resenha.
    .
    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A Arqueiro está com ótimos livros, esse está na minha lista para pedir depois RSRSR
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Obs: Pleasee se puder curti: https://www.facebook.com/eternamenteprincesa

    ResponderExcluir
  6. Oie Vivi!!!
    Confesso que não li com detalhes sua resenha pq ainda não li A Rainha e prefiro não ir com opiniões formadas ou pegar spoilers, mesmo que sem querer! Contudo, devo salientar que sua resenha só aumentou a minha vontade de ler esse livro! Que resenha apaixonada! <3
    Outra coisa, eu tb adorava História e sempre sou fisgada para romances assim! Aliás, a Arqueiro está arrasando em 2015!
    Beijos
    Nica

    ResponderExcluir
  7. oie Vivi
    menina, você arrasa nas resenhas
    Isso porque eu estava convencida a não ler o livro, porque li uma resenha de um amigo bem desanimadora. Mas aí vem sua resenha e me deixa como sempre curiosa com a trama. Especialmente por tratar de história . E como não li sobre os anglos-saxões, a curiosidade só aumentou.
    bjos
    www,mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Vivi, parabéns pela resenha!
    Confesso que depois de ler suas impressões, fiquei muito curiosa para de fato conhecer essa estória! Eu tenho um fraco por ficções históricas e acredito que elas sempre prometem ótimas leituras. Apesar disso, li algumas resenhas que ressaltaram alguns pontos negativos dessa obra, mas depois dos seus comentários fiquei animada para ler e tirar minhas próprias conclusões.

    Viu, depois de algum tempo desaparecida - eu voltei! Não sei como consegui ficar tanto tempo sem postar, mas tem parceria nova lá no blog, iria ser um prazer ter novamente suas visitas por lá! Espero que esteja tudo bem por aí e que as leituras tenham sido ótimas!

    Te espero lá no Prólogo da Leitura, até mais!

    http://prologodaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Desde que vi a capa desse livro, fiquei interessada em ver.
    Adorei a sua resenha pois me instigou a ler o livro e me deixou curiosa para conhecer a história.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Vivi-linda,
    Adorei sua resenha! Menina, não sou chegada em romances históricos como você, mas a sinopse desse livro me encantou. Fiquei aguardando as opiniões dos amigos blogueiros e a sua é a primeira que leio. Nossa, parece que o livro é realmente BOM como tinha pensado. Achei incríveis os seus personagens e o fato de quatro deles contarem a história me encheu de curiosidade. Gosto muito desse modelo de escrita. Tenho certeza de que vou curtir o enredo! Por isso, anotei a dica de leitura. ;)

    Beijos, linda!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oiee.

    Não tinha lido resenhas do livro, mas confesso que tenho curiosidade desde que o vi pela primeira vez Gosto de romances históricos e por isso fiquei bastante interessada

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Vivi!
    Se eu já tava babando pela capa antes, agora com sua resenha e vc dizendo que o livro sugou vc, que é maravilhoso em cada página e sentindo o quanto ele foi bom, to pirando! Preciso ler logo!!! Parabéns pela resenha flor! Me convenceu totalmente! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se você se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©