22 abril 2014

Resenha | Em busca de Francisco - Ian Morgan Cron

  Olá meus leitores queridos!
Tudo bem com vocês?
Aqui comigo as coisas estão melhorando, as leituras estão um pouco em baixa mais é normal, eu estava lendo que nem uma louca, preciso dar descanso ao cérebro. O que ajuda nas resenhas, estou com várias prontas e as postagens vão sair mais vezes, podem ficar alegres, sei que andei muito relapsa.
Quanto ao layout, vocês notaram que é novo né? Claro...rs
Agora o Razão e Resenhas está outra vez rosa e marrom chocolate, amo essa mistura, confesso. :) 
E a nossa mascote enfim está lá no topo, nos desejando boas leituras, ela é a Bloodzinha, espero que todos tenham curtido esse novo layout.
Mas vamos a resenha? 

 Sinopse Aqui.

Autor: Ian Morgan Cron| Editora: Sextante| Ano: 2014| Páginas: 208 


Minha Resenha

Não sou uma pessoa religiosa de frequentar templos e todos os ritos que as igrejas oferecem e exigem. Acredito em Deus, faço minhas orações e acredito em energias positivas e negativas que regem o universo. Sou um pouco esotérica e muito “espírito livre” como chamam algumas pessoas.
Quando li a sinopse desse livro o que mais me chamou atenção foi o fato de um pastor evangélico entrar em conflito com suas crenças e partir em busca de algo diferente. Vou falar que esse livro mexeu comigo, mas de maneira leve, sou leiga em teologia, mas as palavras de Chase e sua humildade em “aprender” encheu meu coração de amor.

Chase é o personagem principal e narrador. Ele fundou uma pequena igreja na Nova Inglaterra que se tornou um ícone, ele se achava o máximo. Em suas próprias palavras ele se considerava um dos poucos privilegiados que haviam recebido dos céus uma bússola perfeito para servir de guia aos seus propósitos religiosos.
“Sabia quem era e para onde estava indo. Tinha certeza de que um dia alcançaria todos os meus objetivos na vida. Eu gostava de mim mesmo. Gostava muito.”
Mas Chase não estava preparado para as dúvidas existênciais que a idade e a vida apresenta, um fato triste acontece em sua congregação e se antes ele estava com dúvidas agora Chase se encontrava abalado em seus alicerces de forma muito intensa. Sua falência emocional e espiritual irrompe em um momento de improviso durante um sermão de domingo de manhã, tudo acontece como uma explosão, tanto que ele ganha uma licença.
Ele acaba na Itália com seu primo Kenny, um monge franciscano, que quer levá-lo em uma peregrinação para encontrar o caminho de Jesus vivido por Francisco de Assis.
O livro é sobre a sua peregrinação e transformação. O livro fala de humanidade, Fé e liberdade espiritual, foi isso que absorvi da leitura.
Os leitores desta história vão encontrar-se agitados em alguns momentos, dada uma nova visão do evangelho, e instruídos de como a vida de Francisco pode servir como uma chamada a viver o evangelho de maneira simples e desse modo sempre termos uma luz de amor à amizade em nossas vidas. Não estou pregando, juro que não é meu intuito, é que diferente de qualquer livro religioso Em busca de Francisco nos faz querer moldar nossa mente, nos faz almejar aquela simplicidade que Francisco encontrou ao abraçar Jesus e a natureza como um todo e também aos seres humanos ao seu redor.
Através da peregrinação Chase conhece várias pessoas que dão testemunhos de vida, superação e fé, é nisso que ele se agarra e preenche o vazio de sua alma.
Um encontro com um músico faz com que Chase perceba que a arte e a beleza são maneiras pelas quais Deus é conhecido visto e sentido. Na melhor das hipóteses, a arte não está a dar-nos imagens de Deus, que é luz, mas mostrando-nos que a luz ilumina a escuridão.
Nesses e em outros momentos, o livro ajuda a tecer uma tapeçaria de um evangelho rico e variado, tocando toda a criação. Sua visão é uma visão ousada para viver "como se": como se este mundo é o lugar aonde o Reino de Deus venha e sua vontade é feita, como se alegrar pela Fé, como se há uma riqueza do céu que faz bem e as riquezas na Terra são tão efêmeras.
Citando São Francisco e a loucura de Deus, a história martela a necessidade de proclamar a mensagem do evangelho que emana de nossas vidas. (Embora esteja muito na moda se dizer ateu ou zombar das religiões, seja ela qual for acredito que ter na alma o amor por Deus não faz mal ao ser humano, pelo contrário) Isso repercutiu profundamente comigo, não sou de ler livros com essa temática e muito menos resenhar sobre, mas não me arrependi, até porque a leitura veio num momento de depressão e me senti confortada.
Os principais temas abordados foram convincentes e atraentes. Eles atingiram um acorde em minha alma, como letras musicais, provavelmente porque eu sempre admirei muito os Franciscanos.
Todo o tempo, as palavras e as obras de Francisco são descritos usando termos que farão evidentes a sua aplicação em nosso dia a dia e a nossa cultura.
Apesar de algumas situações forçadas, como a defesa da liturgia e algumas outras coisas o livro tem uma excelente história que apresenta um retrato convincente de um santo da igreja que tem uma mensagem radical para a igreja ou mesmo “as igrejas” radicais em seus dogmas e normas. Porque Francisco ousou acreditar que Jesus quis dizer o que ele disse. Sejam pacificadores. Não se preocupem com o seu dinheiro, vocês não podem servir a esse senhor (dinheiro, ganância) e a Deus.

Quando fechamos o livro descobrimos o quão simples é ser feliz e viver em paz. O livro se inicia citando as primeiras linhas do Inferno de Dante. As últimas linhas também citam Dante. E assim a história de peregrinação torna-se uma história de uma descida ao Inferno, um batismo na morte, e a saída para uma nova vida. Com amor, caridade e simplicidade.

Tendo a metade desta vida chegado,
vi-me nas entranhas de uma floresta escura,
pois o caminho reto perdido estava.

Oh, quão difícil é discernir o que seja 
selva tão espessa, selvagem e intrincada,
cuja simples lembrança renova meus medos!
                   - Dante, Inferno, Canto I, versos I - 6

Além de uma dica um conselho:
Afaste todos os seus preconceitos e medos, Leia.






Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Afastar meus preconceitos com livros religiosos? uhh, difícil Vivi, admito isso =/
    Religião é um tópico tão complicado e minha opinião é tão especifica que acho melhor simplesmente me afastar de tudo relacionado. E admito que os livros no estilo não me atraem, nem mesmo com uma resenha bonita como essa.

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Vivi;

    Amei a resenha tenho um carinho enorme pelos ensinamentos de São Francisco a simplicidade e humildade contida na sua vida o amor e a fé que ele prega são de acarinhar qualquer coração sofrido .Ele sabe como ninguém mostrar um Cristo vivo um pai que ama e acolhe não um que castiga e rejeita enfim com certeza esse livro entrou pra listinha dos desejados do ano .

    Bjs flor !!

    ResponderExcluir
  3. Oie amiga
    o layout tá lindo. Amei a bloodzinha <3
    Não conhecia esse livro, como sempre estou à par das novidades sempre pelo teu blog.
    Tenho muita dificuldade de desligar meu eu religioso para ler algum livro que fale sobre o assunto, mas sua resenha sempre instiga a minha curiosidade.
    Bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia o livro, e não tinha me interessado por ele, por ter ideais muito parecidos com os seus, mas ao final da sua resenha, mudei completamente de ideia. Me interessei pelo livro, principalmente porque acho bom ter mente aberta para todos os tipos de tema, concordando ou não, então acho que leria, caso tivesse a oportunidade.
    Resenha realmente bela.
    E o Layout está incrível. Fiquei apaixonada *~~~*
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Não costumo ler livros sobre esse tema, porque e sempre complicado falar sobre religião, fé e etc, mas a proposta do livro e boa. Adorei o novo layout*-*

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Vivi sua linda. Como sempre. resenha maravilhosa. Sempre me faz querer e desejar muito o livro que você leu. Adorei esse, pois assim como você, tenho minhas crenças e leria numa boa. Gosto de livros assim que nos faz refletir sobre a fé e nos transmite paz. Deve ser lindo a leitura. Já vou adicionar nos desejados *.*
    Bjssss flor! :D

    ResponderExcluir
  7. Ahh! Tive que voltar por que eu PRECISO COMENTAR que o seu layout tá DEMAAAAAAAIS *.* Ameeeeei! Com o livro do Harry Potter é muito amor :D
    Bjs e muito mais sucesso com o blog ^^

    ResponderExcluir
  8. Quando li o titulo do livro,já torci o nariz,muito feio,eu sei,mas enquanto lia esse livro,fui descobrindo o quão prazeroso e lindo deve ter sido sua jornada ao ler essas páginas.

    Geralmente não leria um livro nesse tema,mas percebi que esse é um dos livros que muda a vida de quem lê.

    Obrigada pela linda resenha e pela ótima dica.


    bjsss

    Bianca

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Vivi, tudo bom? Nossa, eu penso assim: Acredito em Deus e ponto. Não sou muito de dar "ibope" para religiões e sou bem cética em relação a bíblia. Nossa desculpa, algumas pessoas não aceitam, mas tenho meus motivos e desconfianças, quanto mais eu leio, menos acredito. Mas Deus continua firme e forte em minha convicção. Bom, ao ler a sinopse assim como aconteceu contigo, fiquei bem intrigada e um pouco emocionada em saber que um pastor começou a questionar suas crenças, pois os evangélicos que conheço sã os mais convictos de sua religião.

    Não é preconceito, mas não sei se leria esse livro, apesar dele ter um assunto que sim, me chama bastante atenção. Não bateu aquela vontade de embarcar nessa aventura, quem sabe futuramente? Mas, a tua resenha tá fabulosa, como sempre.

    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  10. Ah, só agora consegui visualizar o lay *-* e realmente a Gil arrasou completamente, tá MUITO lindo. Amei a ruivinha *-*

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Vivi!
    Primeiro quero dizer que o novo visual do seu cantinho ficou uma graça! Adoro essa combinação de cores ♥ E a bonequinha lá no header me fez morrer de amores...

    Sobre a resenha preciso falar que não tinha ficado interessada nesse livro. Pensei que fosse algum livro mais focado em auto-ajuda, e não que transmitisse tanta paz e sabedoria para quem está lendo. Sou católica mas não costumo frequentar a igreja, e como você comentou no inicio da resenha, também faço minhas orações e confio muito em Deus. Achei interessante como o autor abordou essa necessidade sobre ter Jesus de alguma forma em nossas vidas, e o mais interessante é um pastor realizar os passos de São Francisco! Maravilhoso, quebrou alguns tabus, acredito eu...

    Beijos, bom finzinho de semana!
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  12. Oi Vivi, sou como você, não frequento nada, mais acredito em Deus e tenho minhas orações, tb sou meia esotérica hehe e gosto de ler livros que me inspiram..
    Não sei se leria este livro em especial, mais gostei da dica!!

    Obrigada pelas visitas no Daily, a vida anda tumultuada e acredito que para vc também..
    Beijinhos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Que livro diferente!
    Acho que gostaria de ler.
    Gostei da sua resenha, me animou.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  14. Poxa Vivi, que super resenha. Quando eu vi as fotos lá no Facebook quando você recebeu o livro pensei: "A Vivi é religiosa!". Sempre frequentei a igreja católica e tal, mas nunca me prendi muito ao o que eles pregamm nunca fui de me prender a nenhuma religião. Pela sua resenha eu fiquei mui, muito curioso mesmo pra saber tudo o que acontece nesse livro. Linda resenha.

    Ah, adorei o novo layout do blog e sua mascote. :)

    Alef - Floreios e Borrões - http://adpiagge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Nossa amei a resenha ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Vivi,
    Não tenho preconceito com leituras assim, já li alguns livros onde o enredo se construía ao redor da fé, mas dependendo do autor e da escrita levo meses para ler, então sou bem seletiva com esse estilo de leitura. Mas que bom que você gostou. Boas leituras...bjus elis!!!

    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Estou lendo esse livro é amando.
    Bem escrito, tem umas pitainhas de humor e definitivamente nos faz pensar na simplicidade da vida. Faz refletir que a vida é uma dádiva e que devemos preserva-la, seja bicho, gente ou planta.
    E definidamente, esse livro me fez querer fazer uma jornada espiritual dessas.

    ResponderExcluir
  18. acabei de ler o livro e achei ótima sua resenha...
    valeu muito a experiência e assim como a Larissa
    a senti inspirado

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se você se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©