09 fevereiro 2012

Walt Whitman [ Martin Claret ]

Olá amores, tudo bem com vocês? Confesso que estou um pouco atrapalhada esses dias, acabaram-se as férias e meus dias estão atribulados e cansativos, Isaías foi para o colégio, 6º ano, tudo novo, transição de infância para pré-adolescência  em pleno vigor. Pietra, com 4 aninhos começou  a frequentar o 1º período, está toda feliz, animada, tudo é motivo de festa, mas os dois estudam às 13:00 horas, escolas distantes uma da outra coisa de 10 minutos caminhando, olhando assim pelo tempo não parece muito, mas com mochilas,  merendeira e criança e debaixo do sol ....ahhh, está bem cansativo.
Sei que parece estranho eu falar disso aqui, mas talvez essa correria explique um pouco minha falta de entusiasmo de blogar. Pessoal, amo o Razão, amo  resenhar para vocês, só estou em adaptação  esses dias, eu sou muito sedentária, confesso, e agora estou tendo de me virar para cumprir os horários das crianças...enfim
Prometo não deixar o blog alone ...ok?

Tudo explicado vou me ater a falar de um livro que terminei de ler, livro lindo por sinal.
Falei dele no último vídeo correio que fiz aqui no blog  ==>  [ Caixa de correio #3 ].
Para mim foi uma leitura diferente, pois gosto de poesias, mas nunca li para resenhar, então não vou tentar fazê-lo, nunca li poesias analisando profundamente as métricas e as técnicas com que foram escritas, não sei fazer isso  bem na verdade, mas li com o coração, o que acho mais importante.


Folhas de Relva



Editora: Martin Claret
Autor: Walt Whitman
ISBN: 8572324364
Ano: 2005
Edição: 1
Número de páginas: 575
Acabamento: Brochura
Formato: Médio


Para quem não conhece este poeta estadunidense peço apenas que saibam que ele acreditava que Deus - ou a Natureza - estaria em tudo, em cada manifestação que podemos perceber no universo.

Mostrarei algumas passagens do livro: 

"Cada átomo que há em mim igualmente habita em ti. [...] É a ânsia central em cada átomo [...] Para retornar à sua divina fonte e origem, não importa a que distância esteja, potencialmente igual em todos os sujeitos e objetos, sem exceção." 

 "Cada átomo que há em mim igualmente habita em ti", esse trecho, assim como todo o poema me deu uma  sensação de igualdade, de sermos feitos do mesmo pó ( e a ele voltarmos um dia). A presença constante da natureza, ao falar de seu país, como ele o ama, sobre os detalhes que fala de cada Estado, isso me faz pensar no quanto esse homem era avançado para seu tempo, mas também como sua escrita mudou pensamentos e opiniões.


Oh Capitão! Meu capitão!

Oh capitão! Meu capitão! nossa viagem medonha terminou;
O barco venceu todas as tormentas, o prêmio que perseguimos foi ganho;
O porto está próximo, ouço os sinos, o povo todo exulta,
Enquanto seguem com o olhar a quilha firme, o barco raivoso e audaz:

Mas oh coração! coração! coração!
Oh gotas sangrentas de vermelho,
No tombadilho onde jaz meu capitão,
Caído, frio, morto.

Oh capitão! Meu capitão! erga-se e ouça os sinos;
Levante-se - por você a bandeira dança - por você tocam os clarins;
Por você buquês e fitas em grinaldas - por você a multidão na praia;
Por você eles clamam, a reverente multidão de faces ansiosas:

Aqui capitão! pai querido!
Este braço sob sua cabeça;
É algum sonho que no tombadilho
Você esteja caído, frio e morto.

Meu capitão não responde, seus lábios estão pálidos e silenciosos
Meu pai não sente meu braço, ele não tem pulsação ou vontade;
O barco está ancorado com segurança e inteiro, sua viagem finda, acabada;
De uma horrível travessia o vitorioso barco retorna com o almejado prêmio:

Exulta, oh praia, e toquem, oh sinos!
Mas eu com passos desolados,
Ando pelo tombadilho onde jaz meu capitão,
caído, frio, morto.
Pág. 334


Whitman escreveu esse poema em homenagem ao presidente americano Abraham Lincoln, várias pessoas na época diziam que ele previu a morte de Lincoln, que foi um presidente do povo, um unificador politicamente falando, era abolicionista, por isso acho que tinha tudo a ver com Walt, claro. Esse poema me passou toda a dor que o escritor sentiu com a perda do Estadista. Mas sem deixar de falar nas glórias conquistadas no seu governo ( governo de Lincoln).

A linguagem original de Whitman faz de Folhas de relva um dos livros mais importantes e poderosos da história da poesia norte-americana e mundial. Enquanto os Estados Unidos se assumia como uma unidade, o autor mostrava em seus poemas as estruturas sociais complexas nas quais as bases da nação estavam surgindo. Os poemas, quando bem escritos, têm a capacidade de sobreviver por eras e ganhar a eternidade. O que Withman escreve é denso e intenso, porém afetuoso. Repletos de drama, mas conciliadores de suas contradições e aflições, abrangendo em um único livro o simples e o complicado.
Sinto muito se não consegui ser muito concisa ao falar sobre Whitman, na minha inexperiência tentei passar um pouco sobre o que acredito ser essencial para que vocês se interessem sobre esse grande homem, não quis cair nas armadilhas de copiar sua biografia de algum site especializado, e sim dar um pouco de um todo, que descobri no livro Folhas de Relva.


Beijos, Vivi Blood.







"Eu sou contraditório, eu sou imenso. Há multidões dentro de mim."
Walt whitman














Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Whitman é um must-read. Admito que ando devendo nesse sentido, mas me dediquei bastante a um autor influenciado por ele, chamado Allen Ginsberg. Recomendo.

    ResponderExcluir
  2. Eu já tentei ler livros de poesia mas eles realmente não me agradam, li um enorme para o vestibular ano retrasado e acho que talvez a obrigação de ler me fez não gostar mais desse tipo de livro, uma pena, porque eu gostava uma vez de poesias.

    Luana - Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  3. Vivi fiquei perplexa, simplesmente pefeito..
    Como fiz Letras é óbvil que já conheço Whitman das minhas belas aulas de Literatura Inglesa e confesso que seus poemas são uma verdadeira catarse emocional.
    Amooo o autor pela intensidade e tmbm pela densidade, já que tudo que é difícill descobrir dura muito mais na nossa memória.
    Adorei seu ponto de vista e acho que todo o seu esforço em trazer as impressões sobre Whitman foi perfeitamente válida.
    Parabéns flor e muitos beijinhos pra ti ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Vivi,

    Sei com o é o ritmo da volta as aulas, mãe vira motorista, professora, psicóloga e muito mais.

    Quanto a resenha, gostei e sublinho que também fujo do olhar métrico e prefiro ler com a esperança e com o prazer do quem vem.

    Muito bom!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Whitman, meu poeta preferido. Na minha opinião, um grande guru da poesia, me ensinou muito.

    Posso considerá-lo meu guia espiritual

    ResponderExcluir
  6. Acho que bem complicado fazer resenha de clássicos! rsrs

    Acabei de postar! Faz uma visita? http://olhosleem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha Vivi!
    Anotei o livro aqui na minha listinha. ^^
    Desculpa o sumiço, mas é que minha net ainda anda uma verdadeira bosta...rs
    BjO
    http://the-sook.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi,Vivi!
    Que livro lindo!Não o conhecia mas já o adicionei a minha lista de leituras.A resenha ficou perfeita!!
    Arrasou,flor!
    Bjs e bom fim de semana!
    Zilda Mara
    Cachola Lierária

    ResponderExcluir
  9. Uau, muito bonito essas poesias!!
    Eu que não curto muito, amei, rsrs

    (Vivi, ta rolando uma mega promoção lá no blog: http://naminhaestanteliivros.blogspot.com/2012/02/mega-sorteio-nichlas-sparks.html :D)

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Amigaa..que saudades... olha que lindo que esta aqui... amei...passei para dar um olaaaaaaaaaa... ver o visual do blog... depois passar com mais tempo para ler todas as resenhas que eu perdi ta..
    beijão amiga!

    ResponderExcluir
  11. Oi Vivi, não sabia que vc tinha 2 pimpolhos. Essa fase deve ser uma loucura mesmo, mas não vejo a hora do meu pequeno ir pra escola...rs
    Não conhecia o livro, mas como sempre suas resenhas me deixam com um gostinho de quero mais...rs
    bjos

    ResponderExcluir
  12. Olá Vivi!
    Gostei bastante do seu post,o livro me parece ser bem interessante.
    Um grande abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Morro de curiosidade para ler algo do Walt Whitman, mas a falta de oportunidade é grande.
    Tem vários livros que tem algumas citações dele, o que é demais e me deixa muito curiosa para ler uma obra completa.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o autor e me interessei bastante, como a Luara disse quero agora ler uma obra completa.
    Abraços

    Raquel Miranda - Nós e Livros

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia o autor e me interessei bastante, como a Luara disse quero agora ler uma obra completa.
    Abraços

    Raquel Miranda - Nós e Livros

    ResponderExcluir
  16. Oi Vivi, achei o post bem diferente!
    Pelo o que eu me lembro, nunca li comentários a respeito de um livro de poesias!
    Confesso que já tive um época em que gostava muito delas, e até tenho algumas de minha autoria :}

    Mas já faz algum tempo e acredito que não tenho + aquele feeling, sabe? Hoje em dia minhas leituras mais frequentes não incluem livros de poesias!

    Apesar disso, fiquei bem curiosa para conhecer o trabalho do autor, e na próxima oportunidade vou procurar ler!

    até mais!

    Prólogo da Leitura

    ResponderExcluir
  17. Oi vivi, td bom??
    ótima resenha, mais não é meu estilo de livro não hehehe...

    háa tem selinho carinho pra vc no meu blog, quando der passa lá
    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    bjss

    ResponderExcluir
  18. Vivi! Respondendo seu recado lá no blog...
    Eu já era seguidora, por isso a minha miniatura não aparece nas últimas imagens! Se quiser, faço um Print e te mando por e-mail. Só me passa o contato certo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olha eu de novo aqui...rs

    Amiga tem selinho para você lá no Sook!!!

    http://the-sook.blogspot.com/2012/02/parceria-com-autora-kezia-lobo-selinhos.html

    Espero que goste...
    BjO

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se você se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©