23 dezembro 2011

Sétima Arte

Boa noite meus amores!!!



Vocês sabem que nosso blog é literário, mas penso, e acho que vocês também vão concordar que nos dias de hoje é difícil não falar de cinema tendo lido ou ouvido falar de um livro do qual um filme foi adaptado.
Então resolvi fazer essa página destinada a dita 7ª Arte,    o cinema.
Tentarei não vincular muito os filmes que são adaptados de livros, senão o blog cai na mesmice, mas sei que  tem adaptações soberbas, então, sim, vão surgir a dobradinha livro/filme.





Hoje, como sempre, qd chega o natal eu me lembro do Filme "Em Nome De Deus ". (uma longa história ...rsrs )
Um maravilhoso romance, baseado em fatos reais, no amor de Abelard e Heloise *.*



Não vou resenhar filmes, vou  falar do que se trata, uma sinopse alongada, com algumas opiniões minhas. E se quiserem meter o dedo na sopa ... rsrsrs, comentem, digam o que sentiram quando assistiram o filme, ou se ficaram com vontade de assistir,  ou então se odiaram o post ...rs, se expressem de qualquer forma.    

Em Nome De Deus - O filme e sua história .





Em Nome De Deus

O filme conta a história do amor proibido ocorrido entre Abelard e Heloise. Abelard era um dos professores mais populares da Escola de Notre-Dame ( na verdade o filme se passa qd estão construindo a catedral), a primeira Universidade Livre da França. Conforme os costumes da época não poderiam casar-se. Heloise, sobrinha do cônego Fulbert, foi criada e educada em um convento.   Era muito inteligente e instruída. Seu tio pretendia arranjar-lhe um esposo rico. Abelard tornou-se seu tutor. Os dois acabaram apaixonando-se e encontrava-se as escondidas, até Fulbert descobrir e, furioso, trancar Heloise em casa. Neste meio tempo Heloise descobre estar grávida e temendo pela reação do tio escreve a Abelard contando sobre o filho que iria ter. Os dois combinam como fugir de Paris e Abelard a leva para casa de sua irmã Denyse na Bretanha, onde a deixa para retornar a Escola de Notre-Dame. Após o nascimento de Astrolábio, Abelard retorna a casa da irmã e casa-se escondido com sua amada. Os dois deixam seu filho aos cuidados da irmã de Abelard e retornam a Paris. Abelard deixa Heloise em um convento até convencer as pessoas que um professor pode sim casar-se e continuar lecionando. No entanto Fulbert planeja sua vingança. Manda castrar Abelard. Após recuperar-se do castigo, ele entra para uma ordem, tornando-se monge e instiga Heloise a fazer o mesmo tornado-se freira. E os dois passam o resto de suas vidas em conventos. Contudo o filme não deixa de nos mostrar como a sociedade da época era desrespeitosa e desdenha com a auto-suficiência da mulher tanto na sua liberdade de escolher seu parceiro como na possibilidade de adquirir o conhecimento do mundo, também retrata de forma bem evidente que a igreja busca instruir, mas de uma forma bem mais ortodoxa e sem deixar suas tradições de lado, no muito das vezes restringindo aqueles que apresentassem novas idéias e teorias ou ate mesmo perguntas que os membros do clero não soubessem responder, e também vemos que algumas vezes os livres pensadores eram permitidos porque atraiam pessoas à igreja e lhes rendiam fundos. Vemos um exemplo raro para a época, o cônego preocupado com a instrução de sua sobrinha, mas mesmo assim o vemos a início tratando do casamento de Heloise como um negocio. Vemos que o cônego se corrompe e produz indulgências. Vemos o papel de poder autoritário central que tem a igreja agindo como autoridade maior e estabelecendo conceitos do que é ou não certo. E amo esse filme de paixão, por tratar de um amor que faz do impossível o possível, almas torturadas de amor e paixão, que  só se acalmam após a morte. Heloise foi enterrada ao lado de Abelard, em Paris, e até os dias de hoje, casais apaixonados visitam seu túmulo. O filhos dos dois é criado pela irmã de Abelard até adulto, onde depois trabalhrá como escudeiro de Jordain, o melhor amigo de Abelard e Heloise. Conta-se que, ao abrirem a sepultura de Abelard, para ali depositarem Heloíse, encontraram seu corpo ainda intacto e de braços abertos, como se estivesse aguardando a chegada de Heloísa. A história é magnífica, a parte que mais amo é quando Heloise se banha em incenso, sem saber ( mas no fundo 
desejando ...rsrs ) que terá sua noite de amor com seu amado, sim ... sou romântica demais pessoal.
:)




Informações Técnicas
Título no Brasil:  Em Nome de Deus
Título Original:  Stealing Heaven
País de Origem:  Iugoslávia / Reino Unido
Gênero:  Romance
Tempo de Duração: 115 minutos
Ano de Lançamento:  1988

Derek de Lint ... Abelard
Kim Thomson ... Heloise
Denholm Elliott ... Fulbert
Bernard Hepton ... Bishop
Kenneth Cranham ... Suger
Patsy Byrne ... Agnes
Cassie Stuart ... Petronilla
Philip Locke ... Poussin
Victoria Burgoyne ... Prostitute
Antonia Cutic ... Landlady
Diana Belinic ... Girl in street
Davor Fejzagic ... Boy in street
Mark Jax ... Jourdain

Um dos túmulos mais bonitos que se encontra no Pére Lachaise é o de Pierre Abelard e Héloise

Capa original do filme 


Bom meus amores, acho que deu pra vocês compreenderem que é um filme digno de ser assistido, eu o assistia todos os natais, dos meus 15 anos até uns 4 anos atrás. Sei que tem em versão dvd. E pesquisando aqui pela internet para buscar imagens para esse post descobri que existe o livro, intitulado de "Correspondências de Abelardo e Heloísa".
IMPLORO, se alguém encontrar esse livro para compra, novo, ou em algum sebo, por favor, me vendam, me enviem, pago frete ... tudo, por favor , agradeço galera.*.*

O livro















Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Uma ótima coluna !!! goste de vdd!

    http://adpiagge.blogspot.com/

    @alef_dp

    ResponderExcluir
  2. Amiga Viviane,cada dia com idéias mais elaboradas,como sou aficionado por cinema já adoro a coluna mesmo ela estando no começo ainda.Bom trabalho.
    Abraços do amigo Paulo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Amiga,

    Esse é um bom filme!!!

    Beijos
    Mila

    ResponderExcluir
  4. Oi Vivi, voltei rsrrs....confere novamente...eu acho que fui direto comentar e esqueci de seguir hahahaha...eu fico empolgada em comentar.

    Bjinhos flor..qualquer coisa só me chamar.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com/
    @leiturasdapaty

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito desta nova página, pois poderemos fazer um comparativo entre o livro e o filme o qual muitas vezes não fará jus ao livro.

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante da nova coluna, não sou muito de filmes na verdade, posso dizer que esse ano assisti uns dois ou três no máximo, em compensação acompanho milhares de séries.
    O filme parecer ser bem legal, mas não é o meu estilo, mas parecer ser bem bom mesmo.
    Ps.: Não está dando muito para passar por aqui, porque eu tenho uma prova em janeiro (preciso tirar férias da minha vida).
    E feliz natal!

    Luana - Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  7. Blog literário é uma coisa, só falar disso é outra. Deve-se falar de outras coisas sim para tornar o blog sempre melhor e você se divertir mais em fazer, experiencia própria que diz isso.

    O filme parece interessante, mas nao sou exatamente o tipo romantica xD

    Té mais...
    http://bmeloescrt.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Ai meu Deus, apesar de não ser uma grande fã de filmes eu adoreeei a coluna! Assim quem sabe não me atraio de uma vez para o mundo dos cinemas não é? kkk'
    Não sou muito fã também de amores impossíveis, não sei, me deixa uma angústia muito grande e não só no momento em que eu assisto. Fico angustiada até muito tempo depois. kkk'
    Mas este filme deve ser mesmo muito especial, pois, no final foi possível não é mesmo? Pretendo assistir com certeza e prometo que se achar o livro eu te envio, aviso, te grito, qualquer coisa assim. kkkk'
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    http://linhasdeencanto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Que o Natal seja um símbolo de amor e paz no coração de todo mundo!!! Um Feliz Natal repleto de harmonia. Deus abençoe.

    http://rosanadicasfemininas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, Viviane... primeiramente quero agradecer por sua visita em meu blogue. Está convidada para voltar sempre que desejar!

    Agora vou falar sobre o filme em questão, Em nome de Deus. Para mim, um dos filmes mais lindos que já assisti. Lindo e triste, com uma história muito intensa! Faz parte de minha DVDteca. A sétima arte é minha grande paixão... adoro livros e leio muiiiito, mas os filmes estão sim, declaradamente, no topo de minhas preferências!

    Beijos JoicySorciere - Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  11. Esse filme parece ser ótimo!

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Vivi do céu *--*
    Ótima a iniciativa de fazer essa coluna, HOHO
    Queira quer não, cinema/filmes é muito necessário em um Blog literário haha
    Adorei a critica desse filme, agora morro de vontade de vê-lo, e neste Natal ainda (claro) kk. *__*

    Parabéns,e quero mais adaptações ou não do cinema hein? hehe Sucesso sempre, beeijão :*

    ResponderExcluir
  13. Voltei Vivi, gostei da indicação do filme.

    Tem uma tag lá no meu blog pra você. Postagem de hoje.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com/
    @leiturasdapaty

    ResponderExcluir
  14. Adorei a coluna! Adoro livros e adoro cinema, por isso, pra mim é perfeito!
    Não assisti Em Nome de Deus ainda, mas depois do que vi e li aqui... tornou-se uma questão urgente pra mim.

    Beijocas,

    Lu (Equinócio)

    ResponderExcluir
  15. Adorei o filme, acho que vou assistir!
    Também acho que o cinema é a sétima arte, adoro filmes e também vejo muitos filmes adaptados a livros!
    Depois veja lá o meu blog, espero que goste!
    www.ingridqp23.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Nossa, muito legal esta coluna...
    Verdade, ultimamente todo livro vira filme... Ou o filme vira livro...rsrsrs
    Bjs.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se você se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©