23 novembro 2011

Resenha| O Incêndio de Tróia

Pessoal, o fato é que terça-feira que é dia de resenhas e releases,mas como ontem vim apresentar a parceria com a Michelem,deixei a resenha pra hoje, espero que gostem. ^^

O Incêndio de Troia



Sinopse
Em O Incêndio de Troia, Marion Zimmer Bradley, autora de As Brumas de Avalon, recria a história da Guerra de Troia – e a narra a partir do ponto de vista de Kassandra, bela e atormentada princesa de Troia.Na brilhante recriação que autora faz da famosa lenda, a queda de Troia acontece de uma forma nova e ousada, desde a provação de Páris, o rapto de Helena (neste livro, não a cruel adúltera da lenda, mas uma mulher afetuosa, dedicada a Páris e aos filhos) e a convocação dos exércitos gregos por Agamenon, o enfurecido cunhado de Helena, à tragédia final da destruição da cidade, condenada pelos deuses – e pelo orgulho voluntarioso de seus líderes.A heroína deste épico é Kassandra, e a forte tensão do romance provém tanto da luta interna desta com seu sentimento de lealdade dividido (pois sua lealdade ao pai, o rei, e aos irmãos é contraposta à crescente fidelidade à velha fé no matriarcado e na Mãe Terra) quanto do sério conflito entre gregos e troianos, no qual ela – abençoada, ou amaldiçoada, que é com o poder da profecia – prevê de forma obsessiva que tudo aquilo que mais ama será destruído.O romance começa com o nascimento de Kassandra e de seu irmão gêmeo Páris. Este é criado por uma família de pastores, em virtude de uma profecia de que gêmeos trazem má sorte. Kassandra cresce sem sequer saber da existência do irmão – a não ser pelas visões inexplicáveis em que enxerga os ventos através dos olhos dele... Sua mãe, a rainha Hécuba, era uma amazona antes de se casar, e quando Kassandra está prestes a se tornar mulher, é enviada para passar um ano com as tribos das amazonas, onde toma conhecimento dos poderes das mulheres antes que estas fossem subjugadas por uma nova onda de patriarcado. Ao voltar para Troia, Kassandra dedica-se a tornar-se sacerdotisa de Apolo, o Deus-Sol; mas, dentro dela, desenvolve-se um conflito forte e perturbador entre os “velhos costumes”, em que as mulheres mandavam e a religião originava-se da Mãe Terra, e o novo mundo de deuses e reis do sexo masculino – um mundo caracterizado por disputas sem sentido e uma ânsia de sangue que levam ao cerco de sua amada cidade.

Editora: Imago

Autor: MARION ZIMMER BRADLEY

Origem: Nacional

Ano: 1988

Edição: 12

Número de páginas: 545


Resenha


Gostei demais desse livro. A autora, Marion Zimmer Bradley, deu uma vida diferente a história da lenda de Páris e Helena. Deu luz a personagens antes desconhecidos ou menos importantes e que eu achei realmente intrigantes. Nessa recriação acontecem coisas ousadas, tristes, de tirarem o fôlego. Aqui em segredo, achei Páris como sempre um panaca, desculpem, mas achei e pronto ¬¬ . Tem muito sofrimento dele, e coisas que aff, nem vou falar, mas enfim. Marion nesse livro nos descreve Helena uma mulher forte, mãe amorosa, sofrida tb, dedicada a Páris, nem de perto parecida com a Helena safada, adultera e superficial da lenda( e do filme).Os personagens de Agamenon, e os demais líderes, como o próprio pai de Páris completam a cena como sempre, fazendo papel de homens insultados em seu poder, guerreiros inexpugnáveis e orgulhosos senhores de guerra, mas na verdade todos eles com complexo de inferioridade(na minha opinião), sem querer ser pretensiosa, tem personagens que me dão nos nervos, desculpem.

Bom, a história propriamente dita começa com nascimento de Kassandra e Páris, sim, são gêmeos, o que deixa a rainha e o rei malucos, pq pasmem ... os sacerdotes e os deuses declaravam que nascimento de gêmeos numa família só traria má sorte e desgraça. Então Páris foi criado com uma família de camponeses. Kassandra cresce sem saber do irmão, mas o sentia, ela tinha a sensação de estar-lhe faltando algo, e tinha umas visões estranhas, como se visse a vida sendo vivida através dos olhos de outra pessoa, e via, ela tinha esse poder, de ver o que Páris fazia, como vivia, através dos olhos dele,só que ela não entendia nadica de nada o que era aquilo.( Qd Helena tinha as visões Páris ficava doido de raiva, mas isso já é spoiller...rsrsrs).A mãe de Kassandra, Hécuba, tinha sido antes de se casar uma amazona, e achou legal mandar a filha passar 1 ano na tribo das mesmas, que era liderada por sua irmã(adorei esse personagem), lá a menina aprende a lutar, caçar, se torna uma guerreira de fato. Kassandra toma conhecimento dos poderes das mulheres antes que estas fossem subjugadas pela lei do patriarcado ( antes de surgirem os machistas ¬¬ , essa parte, desse conhecimento dela do poder das deusas, de aprender as curas, a lidar e criar uma serpente no próprio seio me lembrou demais As brumas de Avalon)*.*

Mas então, a partir daí, qd ela está na tribo com a tia ela passa por muitas coisas, muito sofrimento, e descobertas, ela adota uma menininha que achou numa estrada, luta com homens brutos e cruéis, dedica-se a ser sacerdotisa e finalmente volta a Troia. Onde enfrenta o conflito entre os velhos costumes , a rejeição do seu irmão gêmeo ( ele odiava as previsões dela)e de quase toda Troia, a morte violenta e massacrante daqueles que ela ama e disputas absurdas por poder e a sede de sangue que permeia toda a trama maravilhosamente alinhavada pela autora.A gente fica grudada as páginas, com vontade de se fundir aquele mundo, pelo menos eu me senti assim. Particularmente adoro essa autora, e o livro me comoveu, chorei diversas vzs . Mas vou te contar, nas partes das serpentes tive muito nojo, pois morro de medo de répteis, embora tudo seja muito interessante. rsrs

Uma trama bem contada, história para ser degustada devagar, com calma, lendo com coração.Recomento com louvor \o

Troia









Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Olá Vivi, parece ser ótimo esse livro hehehe
    Quero ler agora u-u Ótima resenha, parabéns. :D

    papeldeumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me surpreendeu, é muito bom sim Ton, adorei lê-lo.^^

    ResponderExcluir
  3. Hum Troia....toda história que fale de troia me fascina..me parece muito legal mesmo.. aqueles livros fascinante...muito bom miga.... vou marcar o nome assim será o proximo a ler..
    beijos amiga

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha, não conhecia o livro,mas tudo que tem tróia eu já me interesso...rs
    e se tem choro, ai é que me ganha mesmo...rs
    vou procurar saber mais sobre a obra.
    bjos

    Jack
    www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro! Deve ser bem interessante, esse tema épico é bem atraente. :)

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha Vivi! Parece ser uma história emocionante, uma mistura de emoções, algo ligado ao místico (que me amarro), drama, perdas e conquistas. Adoraria ter a oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
  7. amo essa menina aí de cima, qd vi o comentário dela fiquei feliz, é uma amiga lina e querida.

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto este livro na Saraiva, e me interessado. Agora, depois de ler sua ótima resenha vou comprá-lo. Obrigado e parabéns, Vivi, pela excelente indicação.
    Bjs...

    ResponderExcluir
  9. Resenha legal de ler Vi.Meio longa... rsrsrs
    Eu tinha visto esse livro na sua casa, mas nem dei atenção,depois quero emprestado.
    E não pode me chamar de aproveitadora não, o importante é ler não é.Como sempre estou na correria, passei pra ver email,notícia e seu blog, pq senão a senhora me puxa as orelhas que eu sei.Bejoca Vivizoca :]

    ResponderExcluir
  10. Oi VIvi,
    Nossos gostos literários são parecidos...\o/..sabe que comprei esse livro, logo após ter terminado de ler As Brumas de Avalon, porque realmente virei fã da escritora. Espero gostar tanto quanto você dessa leitura....adorei a resenha e o blog, obrigado pela visita ai meu...\o/

    Beijoaks ELis!!!!


    A Magia Real

    ResponderExcluir
  11. Ei Vivi,

    Nossa eu não conhecia este livro e amei a história, da autora eu li o famoso As brumas de Avalon e só. Eu quero ^^

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Olaa!!
    hmm, eu nao curto muito esse tipo de historia.. rs, antes gostava, mas agora meio q enjoei.. rs, talvez por ter visto tantos filmes desse tipo com um ex-namorado de quem nao guardo muito boas recordações.. ehauehauheau
    beeeijo!!!

    ResponderExcluir
  13. Achei a história intrigante, apesar de ver o tanto de páginas e o título e terem me dado uma certa preguiça. Fiquei curiosa. Amei a resenha

    ResponderExcluir
  14. Oi amiga, demorei mais cheguei...

    nossa, que legal sua resenha, adorei, gostei muito da historia e fiquei doida pra ler este livro!!!! beijos

    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá Vivi, como prometido, passando por aqui.

    Não conhecia esse livro, mas pela sinopse e pelo que você disse parece ser bem interessante, principalmente pela autora ter recriado a história e tals. Gostei da sua resenha, parabéns viu?

    Beijos
    Ricardo (www.overshock.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  16. De Tróia só tinha visto o filme, e pela sua resenha o livro me pareceu bem interessante, por causa da sua resenha vou caçá-lo para ler, rs.
    Lindo blog Vivi.

    Bjão!

    http://oracoesparabobby.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Resenha ficou muito boa!
    E concordo com você ao destacar como ficou interessante essa abordagem da Guerra de Troia por uma perspectiva diferente das convencionais.
    Paris é um babaca mesmo kkkk e Helena rouba a cena muitas vezes, impossível não se apiedar do papel que ela desempenhou nesse confronto.
    Só acho que as visões feministas da Marion são levadas ao extremo em algumas vezes, mas nada que abale a estrutura do enredo que é muito bom.
    Por incrível que pareça a hora que ela faz o treinamento para ser uma sacerdotisa não liguei A "As Brumas de Avalon". Bem sacado!
    Parabéns pelo texto

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para mim, me faz feliz, e é super importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se vc se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©