21 setembro 2011

Resenha|| Emmeline - Judith Rossner

Boa noite tracinhas
Engraçado como depois que resolvi resenhar aqui no blog estão voltando a minha memória livros que li e amei demais a anos atrás. Vou resenhar soubre um livro que li numa viagem que fiz a BH, eu tinha uns 14 anos, fui pra casa de meu tio Marcos e passei lá 15 dias.Foram dias legais, eu no apartamento, com minha priminha Giovana que na época tinha uns 3 anos de idade,assistindo Jaspion a tarde inteira. Bom, ela assistia,pq eu devorava os livros da minha tia Lola...rsrs.
O livro em questão é:

Emmeline


Sinopse


O romance é baseado em uma tragédia familiar que ocorreu no início dos anos 1800 em Massachussetts.
A autora se envolve na história misturando-se aos pormenores da vida de Emmeline. A personagem é descrita minuciosamente na primeira parte do livro. Sua infância, seu cotidiano, responsável pela formação de suas primeiras emoções, de seus sentimentos.
Na segunda parte, Emmeline já é adulta. Relembra a adolescência precoce, o trabalho desenvolvido desde cedo nas fábricas para poder sustentar sua família. É nessa fase que faz uma viagem a Lowell e conhece um homem casado, com quem mantém suas primeiras relações sexuais.
Engravida e acaba perdendo o bebê. De volta a cidade natal,continua sua vida,se envolve num romance tórrido, mas descobre ser um amor incestuoso.


Título: Emmeline
Autor: Judith Rossner
Gênero: Literatura Estrangeira
Editora: Nova Cultural
Idioma: Português
Encadernação: Brochura
Número de Páginas: 312

Minha resenha

Esse livro é um drama dos mais típicos. É um livro não muito extenso, com suas 312 páginas eu li rapidamente esperando ansiosa pelo que viria a seguir. Não é um romance onde você fica enlevada, é a realidade da vida, naquela época,auge da industrialização nos Estados Unidos.
Eu gostaria de falar mais dele, mas como tudo na história de Emmeline é uma surpresa, eu acabaria enchendo de spoiler, só vou adiantar que o final é incrivelmente surpreendente e que eu chorei rios de lágrimas de dor, sofrimento e principalmente incredulidade.
Este é um livro para alguém que se identifica com a dureza e as injustiças da vida, não espere encontrar aqui um romance onde os dois vivem felizes para sempre...
Amaria encontrar esse livro num sebo, pq adoraria lê-lo com edição antiga, até pq nem sei se tem edição nova por aí(vou pesquisar), quero páginas amarelinhas, cheirinho de livro velhinho, pois foi assim que li qd tinha 14 anos *.*
Se vcs apostarem nessa leitura rasgante, intrigante, vão poder amar essa que vos escreve, ou me odiar tb, pq como disse, é uma história que faz chorar . Mas vale cada lágrima e cada página lida.


Beijinhos \o


Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Adorei a resenha,curiosa pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Memoria boa a sua em? Lembro nem o que coloquei na prova de hoje, quanto mais os livros que li a anos atrás...
    Parece ser legal esse livro!
    Seu blog é uma graça!
    Beijosss
    Bianca,
    Book Mania

    ResponderExcluir
  3. Realmente, eu também chorei muito ao ler este livro.Foi em 1988 uma amiga havia lido e após me emprestou como fui internada para fazer uma cirurgia, este foi o meu passatempo no hospital,li em dois dias.Recomendo nunca esqueci esta história verídica.

    ResponderExcluir
  4. Minha mãe leu este livro na adolescência e se apaixonou... Foi um livro tão marcante pra ela que colocou em mim, primeira filha, o nome da personagem. Prazer, Emmeline Barreto Dias :)

    ResponderExcluir
  5. Minha mãe leu este livro na adolescência e se apaixonou... Foi um livro tão marcante pra ela que colocou em mim, primeira filha, o nome da personagem. Prazer, Emmeline Barreto Dias :)

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro...e por lembrar dele achei esse blog...li a anos atrás, me devastou. Nunca consegui esquece-lo.

    ResponderExcluir
  7. Com certeza uma história que me marcou. Recentemente a reencontrei nas minhas pilhas e resolvi reler, chorei como na primeira vez (embora com menos intensidade, pois já sabia o desfecho). A pior parte foi a revelação já quase no final do livro... Que aperto me deu :(

    ResponderExcluir
  8. Quando meu pai comprou esse livro e o leu, falou tanto dele que todos da minha casa acabaram lendo (e todos choraram muito). Inclusive meu irmão deu o nome de Emmeline pra sua segunda filha (que hj, com 21 anos, tb já o leu).Recomendo a leitura. Um livro marcante, sem dúvidas.

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante para o blog, para que ele seja sempre melhor, se você se expressa as coisas fluem.Obrigada !!

*.* Curtam a fan page do blog no Facebook galera \o


Layout: Bia Rodrigues | Ilustração: Sheila Lima Wing | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©